Posted in Destaque, Notícias
16 de Setembro de 2021

Plataforma de sustentabilidade AYR desenvolvida pelo CEiiA em Matosinhos é um dos vencedores dos Prémios Novo Bauhaus

A Comissão anunciou hoje os 20 vencedores dos Prémios Novo Bauhaus Europeu e das Estrelas Ascendentes do Novo Bauhaus Europeu, de que faz parte um projeto português: a plataforma de sustentabilidade AYR desenvolvida pelo CEiiA em Matosinhos.

O galardão premeia as boas práticas, os exemplos e os conceitos que ilustram os valores de sustentabilidade, estética e inclusão do Novo Bauhaus Europeu. A cerimónia de entrega dos prémios teve lugar em Bruxelas apenas um dia após a adoção da comunicação sobre o Novo Bauhaus Europeu, que define o conceito do Novo Bauhaus Europeu, juntamente com uma série de ações políticas e possibilidades de financiamento.

20 vencedores em 10 categorias

Dos 60 projetos pré-selecionados, os Prémios Novo Bauhaus Europeu foram atribuídos em 10 categorias diferentes. Os vencedores de cada categoria receberão 30 000 EUR. Os prémios Estrelas Ascendentes do Novo Bauhaus Europeu atribuídos em 10 categorias têm um valor monetário de 15 000 EUR cada um e destinam-se a apoiar conceitos e ideias desenvolvidos por jovens talentos com menos de 30 anos de idade.

Os vencedores dos Prémios Novo Bauhaus Europeu por categoria são os seguintes:

  • ERDEN PURE WALLS (Áustria) na categoria «Técnicas, materiais e processos de construção e design»;
  • GARDENS IN THE AIR (Espanha) na categoria «Edifícios renovados num espírito de circularidade»;
  • ROSANA (Alemanha) na categoria «Soluções para a coevolução do ambiente construído e da natureza»;
  • LA FÁBRIKA DE TODA LA VIDA (Espanha) na categoria «Espaços urbanos e rurais regenerados»;
  • AYR SUSTAINABILITY PLATFORM (Portugal) na categoria «Produtos e estilo de vida»;
  • XIFRÉ’S ROOFTOP: «FLOATING» WILD GARDEN (Espanha) na categoria «Património cultural preservado e transformado»;
  • ULIA GARDEN (Espanha) na categoria «Locais reinventados para encontro e partilha»;
  • ESSERI URBANI (Itália) na categoria «Mobilização da cultura, artes e comunidades»;
  • APROP CIUTAT VELLA (Espanha) na categoria «Soluções de vida modulares, adaptáveis e móveis»;
  • LICENCIATURA EM DESIGN. UNIVERSIDAD DE NAVARRA (Espanha) na categoria «Modelos educativos interdisciplinares».

Os vencedores das Estrelas Ascendentes do Novo Bauhaus Europeu são os seguintes:

  • INHABITING AN ENCLOSED LANDSCAPE (Áustria) na categoria «Técnicas, materiais e processos de construção e design»;
  • ZERO WASTE HOUSE (Eslovénia) na categoria «Edifícios renovados num espírito de circularidade»;
  • NEST (Espanha) na categoria «Soluções para a coevolução do ambiente construído e da natureza»;
  • PORTO DI MARE ECO-DISTRICT (Itália) na categoria «Espaços urbanos e rurais regenerados»;
  • MATERIEUNITE (Itália) na categoria «Produtos e estilo de vida»;
  • RETROFITTING THE UNESCO SITE OF IVREA (Itália) na categoria «Património culturalpreservado e transformado»;
  • SOCIAL RECONSTRUCTION IN POST-EMERGENCY (Itália) na categoria «Locais reinventados para encontro e partilha»;
  • SPACES TO RECONNECT CITIZENS WITH CITIES (Espanha) na categoria «Mobilização da cultura, artes e comunidades»;
  • HOMELESS HOUSING (Dinamarca) na categoria «Soluções de vida modulares, adaptáveis e móveis»;
  • KLASSE KLIMA (Alemanha) na categoria «Modelos educativos interdisciplinares».

Declarações dos membros do Colégio de Comissários:

A presidente Ursula von der Leyen declarou: «Estes projetos são uma luz de esperança no domínio da nossa luta contra as alterações climáticas e do Pacto Ecológico Europeu. Os nomeados e os vencedores do Prémio Novo Bauhaus Europeu mostram que a mudança não só é possível, como já se verifica em toda a União Europeia, em todos os setores da nossa economia. Muito me apraz ver como a iniciativa Novo Bauhaus Europeu está a crescer com tantas contribuições, talentos, competências, inovação e diversidade de toda a Europa. O Novo Bauhaus Europeu combina a grande visão do Pacto Ecológico Europeu com mudanças tangíveis no terreno que melhoram o nosso quotidiano.»

Elisa Ferreira, comissária da Coesão e Reformas, afirmou: O elevado nível de participação nos Prémios Novo Bauhaus Europeu e nas Estrelas Ascendentes do Novo Bauhaus Europeu mostra a grande quantidade e a grande qualidade de ideias e talentos que têm de ser estimulados para tornar as nossas regiões, cidades e aldeias mais sustentáveis, bonitas e inclusivas para viver. Os prémios servirão igualmente de inspiração para outros, para criarem, inovarem e divulgarem melhores condições de vida para todos. O futuro é agora.»

A comissária da Inovação, Investigação, Cultura, Educação e Juventude Mariya Gabriel disse: «Fui surpreendida pelo entusiasmo, profissionalismo e criatividade consubstanciados nos projetos de excelência apresentados aos Prémios Novo Bauhaus Europeu. Quero igualmente saudar a participação de tantos jovens. Os projetos vencedores mostram que, ao unir esforços nos domínios das artes, educação, investigação e inovação, podemos construir ambientes sustentáveis, inclusivos e acessíveis que melhorem a qualidade de vida para todos nós.»

Contexto

O Novo Bauhaus Europeu, anunciado pela presidente Ursula von der Leyen no seu discurso sobre o estado da União de 2020, exprime a ambição da UE de criar locais, produtos e modos de vida belos, sustentáveis e inclusivos. Promove um novo estilo de vida em sintonia com a sustentabilidade, acelerando assim a transição ecológica em vários setores da nossa economia, como a construção, o mobiliário ou a moda, e das nossas sociedades e noutros domínios da nossa vida quotidiana. Os cidadãos da UE e os nacionais de países terceiros podiam candidatar-se aos Prémios Novo Bauhaus Europeu até 31 de maio de 2021, desde que o conceito, ideias e projetos fossem efetivamente desenvolvidos e/ou estivessem fisicamente localizados na UE. Também podiam candidatar-se grupos/parcerias e consórcios.

Os jovens com menos de 30 anos de idade em 31 de maio de 2021 puderam candidatar-se a Estrelas Ascendentes do Novo Bauhaus Europeu.

De 23 de abril a 1 de junho de 2021, foram recebidas mais de 2 000 candidaturas de todos os Estados-Membros da UE.

As candidaturas que preenchiam os critérios de elegibilidade foram publicadas em linha para votação pública pelos assinantes do boletim informativo New European Bauhaus. Os três projetos mais votados por categoria em cada vertente foram avaliados pelos parceiros da iniciativa Novo Bauhaus Europeu e por um comité de avaliação, composto por representantes dos serviços da Comissão, que supervisionou todo o processo, para garantir o respeito das regras.

Para Mais Informações

Página Web do Novo Bauhaus Europeu

Página Web dos Prémios Novo Bauhaus Europeu

Novo Bauhaus Europeu: 85 milhões de euros para conciliar sustentabilidade e design

Discurso sobre o estado da União proferido pela presidente Ursula von der Leyen