Posted in Destaque, Notícias
9 de Setembro de 2021

Eurobarómtero: inquérito revela que portugueses continuam a liderar consume de peixe e produtos do mar apesar da crise da COVID-19

Quase dois terços dos europeus têm peixe na ementa várias vezes por mês, de acordo com o último inquérito Eurobarómetro sobre os hábitos de consumo da UE no que respeita aos produtos da pesca e da aquicultura.

A crise da COVID-19 não parece ter afetado significativamente o consumo de produtos do mar na UE, embora se observe uma ligeira diminuição (-6 pontos percentuais) desde 2018, especialmente no que toca aos grandes consumidores, tendência que não se verifica em Portugal, onde 86 % dos inquiridos (o valor mais elevado da UE) declaram consumir peixe e produtos de aquicultura em casa pelo menos uma vez por mês e 49 % fazem-no em restaurantes, contra uma média da UE de 64 % e 21 %, respetivamente. A qualidade e o preço continuam a ser os fatores de aquisição mais importantes. O inquérito confirma igualmente a importância de uma informação transparente para todos os tipos de produtos da pesca e da aquicultura. O inquérito revela também um aumento da procura de mais informação por parte dos consumidores, nomeadamente mais informação ambiental. Isto confirma a importância da Estratégia do Prado ao Prato e da sua agenda ambiciosa para capacitar os consumidores no sentido de escolherem alimentos sustentáveis. Mais informações no comunicado e no inquérito Eurobarómetro.