0
Posted in União Europeia
25 de Março de 2014

Utilizadores da Internet sujeitos a preços e regras variáveis

Segundo dados da União Europeia hoje divulgados, os 400 milhões de europeus utilizadores da Internet estão sujeitos a uma verdadeira lotaria geográfica no que respeita ao preço, à velocidade e à gama disponível de banda larga. Quatro estudos hoje publicados revelam que praticamente não existe um padrão nem coerência nos mercados de banda larga da UE. Os consumidores são igualmente confundidos pelas informações díspares provenientes dos operadores, que lhes diminuem a capacidade de optarem pelo que mais lhes convém.

  • O preço das ligações mais comuns de banda larga pode ser quatro vezes mais elevado em alguns Estados‑Membros, mesmo depois de tido em conta o poder de compra.
  • 66 % das pessoas desconhecem a velocidade de acesso à Internet que contrataram.
  • Em média, os consumidores só obtêm 75 % da velocidade de acesso a banda larga que contrataram.

Embora as sucessivas vagas de reforma do setor das telecomunicações conduzidas pela União Europeia tenham ajudado a transformar o modo como os serviços de telecomunicações são prestados na UE, o setor continua a funcionar substancialmente com base em 28 mercados nacionais. Os clientes e os operadores confrontam-se com preços e regras variáveis. O Parlamento Europeu votará na próxima semana os planos da Comissão com vista à criação de um continente conectado (#ConnectedContinent), que procuram resolver estes problemas proporcionando aos consumidores mais transparência, mais direitos e melhores serviços.

Para mais informações: http://europa.eu/rapid/press-release_IP-14-314_pt.htm

Comments & Reviews