Posted in Destaque, Notícias
8 de Novembro de 2019

Prémio LUX de Cinema 2019

Todos os anos, desde 2007, o LUX FILM PRIZE do Parlamento Europeu tem destacado os filmes que estão no centro do debate público europeu. O Parlamento considera que o cinema, enquanto meio cultural de massa, é uma plataforma ideal para o debate e a reflexão sobre a Europa e o seu futuro.

Os filmes selecionados para o concurso LUX FILM PRIZE aumentam a consciencialização sobre algumas das principais questões sociais e políticas da atualidade e, como resultado, ajudam a construir uma identidade europeia mais forte. Ao ilustrar a diversidade das tradições europeias e esclarecer o processo de integração europeia, elas ajudam a celebrar o alcance universal dos valores europeus.

Na edição de 2019 foram escolhidos pelo júri do Prémio LUX de Cinema 10 filmes que incluem longas-metragens, filmes de ficção e documentários, dirigidos por realizadores/as vindos/as de todos os cantos da Europa, são eles:

  • Clergy– Wojciech Smarzowski (Polónia)
  • Cold Case Hammarskjöld– Mads Brügger (Dinamarca/Noruega/Suécia/Bélgica)
  • God Exists, Her Name Is Petrunya– Teona Strugar Mitevska (North Macedónia do Norte/Bélgica/Eslovénia/Croácia/França)
  • Her Job– Nikos Labôt (Grécia/França/Sérvia)
  • Honeyland– Tamara Kotevska, Ljubomir Stefanov (Macedónia do Norte)
  • Invisibles– Louis-Julien Petit (França)
  • Ray & Liz– Richard Billingham (Reino Unido)
  • System Crasher– Nora Fingscheidt (Alemanha)
  • The Man Who Surprised Everyone– Natasha Merkulova, Aleksey Chupov (Rússia/Estónia/França)
  • The Realm– Rodrigo Sorogoyen (Espanha/França)

Seguiu-se o processo de seleção a 23 de Julho onde foi anunciada uma lista de três filmes, numa conferência de imprensa realizada em Roma:

  • Cold Case Hammarskjöld– de Mads Brügger (uma coprodução da Dinamarca/Noruega/Suécia/Bélgica/Reino Unido/Alemanha)
  • God Exists, Her Name Is Petrunya– por Teona Mitevska (uma coprodução da Macedónia do Norte/Bélgica/Eslovénia/Croácia/França)
  • The Realm– por Rodrigo Sorogoyen (uma coprodução de Espanha/França)

Estes três finalistas vão ser legendados nas 24 línguas oficiais da UE e exibidos este Outono, em toda a Europa. A exibição dos filmes em toda a Europa tem a finalidade de ajudar estas produções promissoras a circular fora do seu mercado nacional. É esse o objetivo do Prémio LUX de Cinema: promover o cinema europeu, tornar os filmes acessíveis a um público mais vasto, com diferentes línguas e culturas e incentivar o debate sobre valores e questões sociais em toda a Europa.

Em Portugal vão ser transmitidos nas seguintes cidades:

  • PortoThe Realm– por Rodrigo Sorogoyen (uma coprodução de Espanha/França)
  • LisboaThe Realm– por Rodrigo Sorogoyen (uma coprodução de Espanha/França)
  • FunchalCold Case Hammarskjöld– de Mads Brügger (uma coprodução da Dinamarca/Noruega/Suécia/Bélgica/Reino Unido/Alemanha)

 

Saiba mais aqui