Posted in Destaque, Notícias
22 de Junho de 2022

Pacto Ecológico Europeu: propostas pioneiras para restaurar a natureza da Europa até 2050 e reduzir para metade a utilização de pesticidas até 2030

A Comissão adotou hoje propostas pioneiras para restaurar os ecossistemas degradados e regenerar a natureza em toda a Europa; das terras agrícolas aos mares, florestas e ambientes urbanos.

A Comissão propõe igualmente reduzir em 50 %a utilização dos pesticidas químicos e os riscos conexos até 2030. Trata-se de propostas legislativas emblemáticas decorrentes da Estratégia de Biodiversidade e da Estratégia do Prado ao Prato no âmbito do Pacto Ecológico Europeu, que contribuirão para garantir a resiliência e a segurança do abastecimento alimentar na UE e a nível mundial.

proposta de ato legislativo sobre a restauração da natureza é uma etapa essencial para evitar o colapso dos ecossistemas e as consequências mais graves das alterações climáticas e da perda de biodiversidade. Pela primeira vez, a proposta estabelece objetivos explícitos com vista a restaurar 80 % de habitats europeus, que se encontram degradados, e reintroduzir a natureza em todos os ecossistemas, das florestas e das terras agrícolas aos ecossistemas marinhos, de água doce e urbanos.

Na mesma ordem de ideias, as novas regras em matéria de pesticidas químicos permitirão reduzir para metade a utilização de pesticidas, contribuindo para sistemas alimentares sustentáveis e garantindo simultaneamente uma segurança alimentar perene e a proteção da nossa saúde.

Para mais informações, consulte o nosso comunicado de imprensa, as perguntas e respostas sobre a restauração da natureza e as perguntas e respostas sobre pesticidas.