Posted in Destaque, Notícias
20 de Dezembro de 2019

O financiamento da UE traz benefícios concretos para regiões e cidadãos

A edição de 2019 do relatório bienal mostra que o financiamento da UE traz benefícios concretos para as regiões da UE e para os seus cidadãos. Por exemplo, os projetos financiados pela UE criam o equivalente a 300 000 postos de trabalho, melhoram o acesso à banda larga para cerca de 8 milhões de famílias, ajudam a melhorar as oportunidades de emprego de 23 milhões de cidadãos e apoiam a reconstrução de mais de 1 300 km de linhas ferroviárias.

Elisa Ferreira, comissária da Coesão e Reformas, declarou: «Os países da UE contam com o apoio prestado pelos fundos da UE para impulsionar o crescimento sustentável, o emprego e as reformas. Juntos, garantimos que ninguém nem nenhuma região são deixados para trás. Incentivo todos os Estados-Membros a manterem a dinâmica na implementação dos projetos no terreno, para que os futuros desafios ecológicos e digitais passem a constituir outras tantas oportunidades, com a ajuda da UE.»

Até setembro de 2019, já tinham sido afetados 500 mil milhões de euros a projetos concretos nas regiões da UE, o que representa 75 % do orçamento dos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento para o período 2014-2020. Portugal tem 17 programas nacionais e deverá beneficiar no mesmo período de 25,9 mil milhões de euros.

Mais informações:

FEEI

Relatório Estratégico

Plataforma de dados abertos dos FEEI