Posted in Destaque, Notícias
26 de Novembro de 2021

Declaração da presidente Ursula von der Leyen sobre a nova variante da COVID-19

«Estamos a levar muito a sério as notícias sobre a nova variante do coronavírus com múltiplas mutações.

Sabemos que as mutações podem levar ao surgimento e à propagação de variantes ainda mais preocupantes do vírus que se podem propagar a nível mundial no espaço de alguns meses.

É agora fundamental que todos nós na Europa atuemos de forma muito rápida, decisiva e unida.

A Comissão Europeia propôs hoje aos Estados-Membros a ativação do “travão de emergência” às deslocações em proveniência de países da África Austral e de outros países afetados, a fim de limitar a propagação da nova variante.

Todas as viagens aéreas para estes países devem ser suspensas até que tenhamos uma compreensão clara do perigo que esta nova variante representa.

E os viajantes que regressam desta região devem respeitar regras de quarentena rigorosas.

Fiz hoje várias chamadas telefónicas e videoconferências com cientistas e fabricantes de vacinas para falar sobre esta situação.

Também eles apoiam plenamente estas medidas de prevenção para evitar a propagação internacional desta variante tão preocupante.

Depende também de todos nós, enquanto cidadãos, contribuir para um melhor controlo da pandemia.

Por favor, quem não estiver vacinado, que o faça o mais rapidamente possível.

E é preciso que todos respeitem as regras de proteção conhecidas.

As doses de reforço proporcionam uma proteção ainda melhor.

É por isso que os europeus devem aproveitar todas as oportunidades para se protegerem através da vacinação.

Também adquirimos experiência com outros meios de proteção, como as máscaras, a higiene das mãos e o distanciamento social, mas também o rastreio de contactos, as proibições de viagem e as medidas nas fronteiras.

Tudo isto ajuda a abrandar a propagação dos vírus.

Estas medidas são importantes porque nos fazem ganhar tempo precioso.

Tempo para mais vacinações e doses de reforço.

Os contratos da União Europeia com os fabricantes estipulam que a vacina deve ser imediatamente adaptada às novas variantes à medida que surjam.

A Europa tomou precauções.»

A declaração pode ser lida aqui e vista aqui.