Posted in Destaque, Notícias
29 de Março de 2021

Comissão organiza encontro para favorecer parcerias e mobilizar potencial da Europa para produção de vacinas contra COVID-19

A Comissão organiza hoje o primeiro encontro pan-europeu com mais de 300 empresas participantes de 25 Estados-Membros, a fim de expandir as capacidades de produção de vacinas contra a COVID-19 em toda a Europa e solucionar os estrangulamentos na produção e na cadeia de abastecimento.

O evento visa acelerar os contactos entre produtores de vacinas e empresas de serviços, tais como organizações para o desenvolvimento de contratos, organizações fabris de formulação e finalização, produtores de equipamento e outros, com vista a melhorar o planeamento da produção de vacinas atual e futura na Europa. O evento é organizado em linha pelo grupo de trabalho da Comissão para a expansão industrial da produção de vacinas contra a COVID-19 e terá lugar em 29 e 31 de março. O primeiro dia do evento, inaugurado por um discurso do comissário Breton, é dedicado ao encontro entre empresas transformadoras que lidam com matérias-primas, fabrico, formulação e finalização de vacinas. O segundo dia, na quarta-feira, centrar-se-á em assegurar os contactos com potenciais fornecedores de toda a cadeia de valor da produção de vacinas, incluindo empresas envolvidas na embalagem, armazenamento, expedição, distribuição e produção de acessórios como seringas e frascos. A fim de facilitar o estabelecimento de parcerias, a Comissão emitiu igualmente uma carta de conforto com orientações sobre a forma como o estabelecimento de parcerias e os intercâmbios entre empresas participantes, incluindo concorrentes diretos, se podem realizar em conformidade com as regras de concorrência da UE. A carta de conforto baseia-se no Quadro Temporário anti-trust adotado pela Comissão em 8 de abril de 2020. O evento é organizado pela Plataforma Europeia para a Colaboração entre Polos Empresariais, em parceria com o Conselho das Bio-Regiões Europeias e a Aliança Europeia dos Agrupamentos, que também apoiou a Comissão na análise e identificação das capacidades da UE para a produção de vacinas contra a COVID-19, com base na qual as empresas foram convidadas a participar no estabelecimento de parcerias.