Ação de Sensibilização/Formação “Agricultura Biológica na sua horta”

Decorreu no passado dia 23 de Fevereiro, na Universidade da Madeira, a primeira ação de sensibilização e formação dinamizada pelo CIED Madeira com grande afluência por parte do público.

A ação “AGRICULTURA BIOLÓGICA NA SUA HORTA” procurou ao longo de aproximadamente 2 horas incentivar a implementação de práticas agrícolas e hábitos de consumo mais sustentáveis, adaptadas às características da agricultura regional e ao perfil dos seus agricultores madeirenses.

Superando largamente as espectativas da organização, a ação contou com a presença de 130 participantes, entre agricultores, outros profissionais do ramo agrícola e entusiastas da agricultura biológica.

A par de uma breve apresentação do novo CIED Madeira, os aspetos normativos e legais foram um dos temas abordados nesta ação, uma vez que, na Europa, a Agricultura Biológica é alvo de legislação específica e normas detalhadas, cujo cumprimento é controlado e certificado por organismos acreditados para o efeito.

Em termos económicos foi evidenciado o crescimento exponencial que esta atividade tem registado ao longo dos últimos anos e a importância que pode e deve ter no contexto regional, uma vez que para além do benefício que o modo de produção biológico oferece à população local, este pode ser um contributo para o reforço da imagem da Madeira junto do sector do turismo, um dos principais alicerces da economia regional.

Nesse sentido, foram sugeridas um conjunto de práticas e o modo como estas se podem implementar na Região Autónoma da Madeira, nomeadamente a:
– Rotação de culturas, como o uso eficiente dos recursos locais;
– Limites muito restritos ao uso de pesticidas e fertilizantes sintéticos, de antibióticos, aditivos alimentares e auxiliares tecnológicos, e outro tipo de produtos;
– Proibição absoluta do uso de organismos geneticamente modificados;
– Aproveitamento dos recursos locais;
– Escolha de espécies vegetais e animais resistentes a doenças e adaptadas às condições locais;
– Criação de animais em liberdade e ao ar livre, fornecendo-lhes alimentos produzidos segundo o modo de produção biológico;
– Utilização de práticas de produção animal apropriadas a cada espécie.

Esta iniciativa contou, com o apoio da Associação Insular de Geografia, da Associação de Promoção de Agricultura Biológica da Madeira, da Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais e da Câmara Municipal do Funchal e desde já o CIED Madeira agradece a todos os participantes, pelo interesse e dinamismo demostrado e muito particularmente aos oradores convidados:

Câmara Municipal do Funchal: Dr.ª Carla Abreu
Universidade da Madeira: Prof. Doutor Miguel Ângelo
Associação de Promoção de Agricultura Biológica da Madeira: Eng.ª Sílvia Silva
Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais: Eng.º José Carlos Marques / Eng. Luís Dantas /  Eng. Marcia Melim

Aceda ao álbum completo desta iniciativa em: https://www.flickr.com/photos/europedirectmadeira/sets/72157636681027285/

Deixar uma resposta